agenda cultural

DEZEMBRO 2017, JANEIRO E FEVEREIRO 2018

Cinema Paradigma Cine Arte
O Sindes fechou um contrato com o Cinema Paradigma Cine Arte. O convênio dá direito a 50% de desconto no ingresso inteiro, para os filiados do Sindes e um acompanhante. Para ter direito ao desconto é necessário apresentar a carteirinha de identificação do Sindes. O Cinema Paradigma Arte Cine funciona Rodovia José Carlos Daux -SC 401- n° 8600, Santo Antônio de Lisboa (Centro Empresarial Corporate Park). Para obter mais informações ou ter acesso a programação dos filmes é só  entrar em contato pelos telefones (48) 3953-2300 / 3239-7777.

Feirinha da Lagoa
Participam aproximadamente 125 expositores que comercializam produtos em cerâmica, renda de bilro, bijouterias, antiguidades, tecelagem, escultura em plantas, material reciclado, trabalhos em palha, móveis, cestaria, quitutes, entre outros.
Local: Ao lado do Centro Cultural Bento Silvério (Casarão da Lagoa) – Lagoa da Conceição.
Horário: Domingos das 17h às 23h (horário de verão). Fora da temporada, a feira fica das 15h às 20h.
Mais informações: (48) 3232-1514 ou pelo e-mail feiradalagoa@gmail.com

Fundação Cultural Badesc
Local: Fundação Badesc (Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis/SC)
Mais informações podem ser obtidas em http://www.fundacaoculturalbadesc.com

Exposição

HABITACULUNS, de Albertina Prates – Curadoria Rosângela Cherem
Visitação até 22 de fevereiro de 2018, de segunda a sexta-feira, das 12 às 19h.
Três ambientes expositivos formam um só conjunto imagético, em que pensar o vivido, o que herdamos e o que legaremos encontram uma consistência, fazendo suas as palavras de Martin Heidegger, para quem habitar é resguardar: somente os humanos são enquanto habitam sob este céu e sobre esta terra. E não seria este afinal o segredo que habitamos enquanto seguimos na ilusão de que é possível dominar a efemeridade e o caos, a disparidade e a desmesura de tudo que foi e seguirá sendo: o planeta, a vida da espécie e dos gêneros, o destino e o corpo de cada um e de todos os mortais?

Exposição
MÁQUINAS DO ABISMO, de Rogério Negrão – Curadoria Franzoi
Visitação até 26 de janeiro de 2018, de segunda a sexta-feira, das 12 às 19h.
Objetos, vídeo, instalação sonora e máquinas imaginárias esboçadas em colagens extraídas de desenhos de patentes industriais do início do século XX, instalação de objetos, vídeo e instalação sonora. O processo consiste em conceber máquinas sensoriais, ativando e revelando os percursos do pensamento, os desvios, as variações que trazem à tona conexões inesperadas, impulsos para outros desvios e outras conexões. O que interessa não é construir a máquina mas permanecer no instante anterior à sua existência. Rogério Negrão é artista visual e designer de Joinville.

Café da Fundação Chef Português
Aberto de segunda a sexta-feira, das 12 às 20h.
Venha conhecer o Café Chef Português, na Fundação Cultural Badesc, que oferece um cardápio variado, com sanduíches de pão português, tapas de vegetais, frutos do mar, doces portugueses, cervejas, vinhos especiais e muito mais.

Cineclube Badesc – Exibido às 19h na Fundação Badesc (Rua Visconde de Ouro Preto, 216).

Dia 4 de dezembro às 19h – Mostra Sérgio Ricardo
Juliana do amor perdido
De Sérgio Ricardo. Brasil. 1969. 108min. Drama. Sem classificação.
Bela jovem se apaixona por um forasteiro, maquinista de trem. Mas o pai dela, fanático religioso, intervém.
Comentarista: Adriano Denovac, mestrando no programa de pós-graduação em História (Udesc).

Dia 5 e dezembro às 19h – Mostra Sérgio Ricardo
Esse mundo é meu
De Sérgio Ricardo. Brasil. 1964. 79min. Drama. Sem classificação.
A história de dois homens vivendo na favela do Rio de Janeiro: um engraxate negro e um metalúrgico branco.
Comentarista: professor Rafael Hagemeyer, coordenador do Laboratório de Imagem e Som (LIS/Udesc).

Dia 6 de dezembro às 19h, Art 7
O boulevard do crime – Parte I
De Marcel Carné. França. 1945. 100min. Drama/Comédia. Sem classificação.
Paris, 1830. O Boulevard du Temple é o local dos teatros, dos cabarés e da vida boêmia da capital francesa. É neste cenário que desenrola o tumultuado triângulo amoroso vivido pela atriz Garance, o ator Fréderick Lemaitre e o mímico Baptiste.

Dia 7 de dezembro – Não haverá sessão. Abertura de exposição.

Dia 8 de dezembro às 19h, Sessão Divã
É apenas o fim do mundo
De Xavier Dolan. Canadá/França. 2016. 99 min. Drama. 16 anos.
Longe de casa há 12 anos, um escritor vai ao encontro da família para informá-los que irá morrer em breve. No entanto, o roteiro da reunião, idealizado por ele, sai de seu controle.
Comentaristas: Isabela do Valle e Thaisa Munhoz, psicanalistas.

Dia 11 de dezembro às 19h, Cine Darma
​17hQuando o pássaro de ferro voar
De Victress Hitchcock, EUA/Índia/Nepal, 2012. 96min. Documentário. 12 anos.
Retrato da manifestação do budismo no ocidente após a invasão chinesa no Tibete em 1959, desde as cavernas do Tibete à cultura mainstream.
19hViajantes e mágicos
De Khyentse Norbu. Butão. 2003. 108 min. Aventura. Livre.
Dondup é um jovem funcionário do correio que vive num vilarejo no Butão e sonha com a vida no ocidente.

Museu Hassis
O museu é uma homenagem à memória de Hiedy de Assis Corrêa – Hassis. Seu acervo gráfico conta com um grande número de painéis murais, telas, obras em papel, reproduções, filmes e fotografias.
Local: Rua Luiz da Costa Freylesben, 87 – Itaguaçu.
Valor: Gratuito. Informações: (48) 3244-1082 ou pelo site fundacaohassis.org.br

Museu Victor Meirelles
Sobrado tipicamente luso-brasileiro do final do século XVIII, onde nasceu Victor Meirelles de Lima, uma das maiores expressões da arte brasileira. Além de obras do célebre pintor, o museu também apresenta exposições periódicas de artistas catarinenses.
Local: Rua Victor Meirelles, 59 – Centro.
Valor: Gratuito. Informações: (48) 3222-0692 ou pelo site museuvictormeirelles.blogspot.com

Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa
Ao longo de mais de dois séculos o Palácio Cruz e Sousa foi sede de importantes fatos políticos do estado catarinense. O Antigo Palácio do Governo constitui por si só um verdadeiro Museu – exemplar da arquitetura eclética do século XIX, detentor de um acervo valioso, representativo da memória política barriga-verde, com mobiliários, obras de arte, objetos e documentos oficiais e particulares.
Local: Praça XV de Novembro, 227 – Centro.
Informações: (48) 3028-8091 ou pelo site mhsc.sc.gov.br

Museu da Imagem e do Som – MIS
Na Sala Multimídia periodicamente são exibidos filmes de qualidade, brasileiros e estrangeiros. Em função do acordo estabelecido entre uma distribuidora de vídeo e a direção do MIS, as pessoas podem assistir aos filmes gratuitamente e utilizar o espaço para realizar eventos voltados a atividades audiovisuais.
Local: Av. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica.
Valor: Gratuito. Informações: (48) 3953-2325 ou pelo site www.missc.org.br

 

 

Anúncios